Conheça nossas outras marcas:

Como servir queijos e vinhos

Para os apreciadores de queijos e vinhos, nada melhor do que degustar destas iguarias ao lado dos amigos ou de alguém especial.

Pensado nisso, preparamos aqui o passo-a-passo para você fazer uma inesquecível festa de queijos & vinhos.

Como calcular a quantidade por pessoa

No geral a mesa de frios deverá ser formada por 80% de queijos e 20% de frios (são apenas coadjuvantes), sendo que o total deverá corresponder entre 250 e 300 gramas por convidado. Porém, pães e frutas também podem fazer parte do cardápio. Quanto aos vinhos, deve-se separar meia garrafa para cada convidado.

Quais queijos e vinhos comprar

A tábua de queijos deve, primeiramente, ser montada para agradar o gosto dos convidados que irão servir-se dela. Porém, a não ser em reuniões muito informais, queijos comuns como prato, mussarela e minas, devem ser evitados. São presenças obrigatórias: Gouda, Esférico, Provolone, Gorgonzola, Parmesão (pedaços) e Gruyére. A disposição dos queijos na mesa deverá ser uma seqüência que parta dos mais suaves para os mais fortes. Por ordem de intensidade de sabores, são: Gouda, Esférico, Gruyère, Provolone, Parmesão e Gorgonzola.

Além dos queijos, a mesa deverá ser composta também com frios, prevalecendo vários tipos de salames e copa defumada.

Pães e frutas também participam da mesa, embora de uma forma mais decorativa, mas alguns detalhes são importantes: não podem faltar ciabatta, baguete italiano e torradinhas para as inevitáveis pastas. Quanto às frutas, dê preferência às frutas ácidas para acompanhamento dos queijos suaves. A escolha das demais deverá ser de acordo com o estilo que se queira dar à decoração.

Para definir os vinhos que devem servir de acompanhamento aos queijo é importante lembrar que o sabor de um deve realçar o sabor do outro.

Assim, queijos mais fortes, como gorgonzola e provolone pedem vinhos tintos mais encorpados como cabernet sauvignon e merlot. Os vinhos feitos com uvas como malbec, sauvignon blanc, cabernet franc, semillon blanc, champanhe brut combinam com queijos como camembert, gouda, gruyère, brie e cheddar. Já os vinhos resultantes de uvas como riesling do Reno, riesling itálico, saint emillion e outros tintos e brancos com menos corpo, devem ser acompanhados de queijos leves, como o estepe, reino e minas.

Para degustar com aperitivos e não errar na escolha do vinho, prefira os vinhos brancos secos ou espumantes brut. Os produtos com açúcar destroem o paladar e reduzem o apetite e a percepção sensorial.

Água mineral deverá estar à disposição dos convidados durante todo o evento, pois deverá ser bebida toda vez que o convidado passar dos queijos fortes para os suaves.

Detalhes para uma Festa de Queijos & Vinhos inesquecível

    -  Os queijos devem ser comprados na véspera da recepção e mantidos sob refrigeração na embalagem original. Caso isso não seja possível, embale-os em filme plástico, antes de levá-los à geladeira, para evitar que ressequem.
    - Procure não congelar os queijos, pois este processo altera o sabor, aroma e textura dos mesmos.
    - Retire os queijos da geladeira uma ou duas horas antes de servi-los para que recuperem a textura e o sabor. Isso evita o “esfarelamento” na hora do corte. Os queijos frescos devem ser retirados na hora.
    - Coloque uma faca própria para cada tipo de queijo para não misturar os sabores.
    - Para cortar queijos de massa mole, prefira faca de lâmina estreita, para que a superfície de contato seja a menor possível.
    - Para que todas as frações obtidas com cortes saiam bonitas e proporcionais ao tamanho original do queijo, é necessário iniciar a operação de corte, dividindo o queijo sempre ao meio e, a cada pedaço, sempre ao meio, sucessivamente.
    - Queijos de massa semi-cozida acondicionados a vácuo (plástico encolhível) não possuem casca e devem ser assim consumidos. (Ex. Gouda, Estepe, Prato, Mussarela, Prato Esférico, Minas Padrão, etc.) A coloração vermelha na casca dos queijos dos tipos Gouda, Esférico e Reino, é uma tradição desde os primórdios das suas fabricações. A coloração é obtida aplicando em sua casca corante natural de Carmim de Cochonilha, produto natural e atóxico, podendo ser ingerido com a massa do queijo.
    - Queijos de mofo branco (Brie e Camembert) podem e devem ser consumidos com a casca
    - Queijos de casca dura exigem a remoção da casca, o que pode ser feito a partir da fração básica.
    - Pães são ótimos companheiros tanto dos queijos quanto dos vinhos, mas evite os temperados com alho ou qualquer outra iguaria de sabor acentuado, pois interferem no sabor dos queijos. Os mais apropriados são mini banquete, centeio preto, pão italiano e francês . Não esqueça as torradas, para acompanhar os queijos cremosos. · Os frios combinam muito bem com vinhos e é uma opção a mais de variedade em sua mesa.
    - Os guardanapos, talheres, pratos e copos apropriados dos diversos vinhos devem ser arrumados à parte em um canto da mesa ou bancada auxiliar.
    - Se quiser agregar valor a sua festa, coloque bandeirinhas indicado os países de origem de cada queijo.
    - O toque final, pode ser dado com um arranjo de flores naturais.

 
 
 
 
Acesso Rápido
 
> Home
> A Trem Minas
> Produtos
> Receitas
> Curiosidades
> Política do Leite
> Como Comprar
 
Topo do site!
Porto Del Rey Laticínios © 1986 ~ 2017. Todos os direitos reservados. Trem Minas (32) 3371 9350
Avenida Maria Alves Barbosa, 582 - Vila Jardim São José - São João Del Rei - MG